Quinta, Sexta, Sétima e Oitava Cruzadas


CRUZADAS

Abaixo seguem alguns cruzadas importantes da história e seus resumos:

Cruzada das Crianças (1212) – Resumo

1212 – A ‘Cruzada das Crianças”: o escândalo da Quarta Cruzada levou à crença de que só inocentes e devotas crianças poderiam libertar o Santo Sepulcro. Pregadores fanáticos convenceram os pais de 30 000 crianças a deixálas partir desarmadas e sem suprimentos. Em Gênova encontraram capitães que as transportaram para o Egito e a Tun(sia, em vez de para a Palestina; muitas foram vendidas como escravas; outras morreram de fome e doenças.



Sexta Cruzada (1228-1229) – Resumo

1228-29 – Depois do fracasso de uma expedição de 1218-21, a última em que o papado esteve envolvido e que só chegou ao Egito, o imperador germânico Frederico II, inimigo do papa, negociou uma trégua de dez anos com os muçulmanos e conseguiu Jerusalém. Finda a trégua, contudo, disputas entre templários e hospitalários permitiram a retomada pelos turcos, em 1244.

Sétima Cruzada (1248-1254) – Resumo

1248-54 – Sexta Cruzada: Luís IX, rei da França, depois canonizado pela Igreja, liderou uma expedição contra o Egito. Conquistou a cidade de Damieta, mas depois, derrotado em La Mansurah, foi aprisionado junto com seu exército. Voltou à França após o pagamento de um resgate fabuloso.

Oitava Cruzada (1270)

1270 – Sétima Cruzada: obstinado, Luís IX voltou, desembarcou na Tunísia, disposto a destruir para sempre o poderio muçulmano. Mas a peste matou-o, bem como grande parte do seu exército.



Nona Cruzada (1271-1272)

1291 – Acre, a última cidade-Estado latina no Oriente Médio, foi conquistada pelos mamelucos.