O que são Mamíferos – Características, Tipos e Habitat

o-que-sao-mamiferos

Há cerca de 235 milhões de anos, quando os dinossauros eram os senhores da Terra, um grupo de seres, do tamanho de camundongos, medrou e deu origem a uma nova classe zoológica: os mamíferos.

Veremos aqui o que são mamíferos!

Evolução

O primeiro degrau no caminho que liga os répteis aos mamíferos é ocupado pelos pelicossauros, animais dotados de uma crista óssea dorsal que funcionava como mecanismo regulador de temperatura. Dependendo da posição dessa crista em relação ao plano de incidência dos raios solares, o animal recebia mais ou menos calor.

Antes de se extinguirem, os pelicossauros deram origem aos terapsídeos, que se supõe tenham desenvolvido a capacidade de regular a temperatura corpórea, embora abandonando a crista de seus predecessores.

Entre outras características que distinguiam os terapsídeos, já aparecia uma dentição semelhante à que surgiria depois nos mamíferos.

Dos terapsídeos descendem os mamíferos primitivos, animais peludos e de pequeno porte, ancestrais de todas as ordens que se desenvolveriam no curso dos milhões de anos subsequentes.

Mais aptos, os mamíferos suplantaram os répteis, como a classe dominante. Ao contrário dos répteis, os mamíferos cuidavam da prole, o que facilitava a transmissão de comportamentos para os filhotes.

Os que melhor aproveitavam o “aprendizado” mostravam-se mais bem dotados para a sobrevivência. Por seleção natural, o encéfalo dos mamíferos cresceu rapidamente, sobretudo os hemisférios cerebrais centros de memória e inteligência.

E a capacidade de manter a temperatura corpórea constante (homotermia) permitia resistir melhor às mudanças climáticas.

O que são Mamíferos e Características

Os mamíferos apresentam algumas características que os distinguem de todos os outros vertebrados: em primeiro lugar está, é claro, a presença de glândulas mamárias, mas há também a de pelos, exceto nos sirenídeos e cetáceos;

Existem ainda outras particularidades típicas dos mamíferos, embora não sejam exclusivas. Cada uma dessas características será analisada a partir de um exemplo de mamífero bastante familiar: a cabra.

Coração

Como nas aves, o coração dos mamíferos é dividido em quatro cavidades, havendo nele separação completa entre o sangue arterial e o venoso. Diz-se, por isso, que esses animais têm circulação dupla e completa.

Vértebras cervicais

Todos os mamíferos, com exceção de alguns sirênios e desdentados, têm sete vértebras cervicais. É a articulação da primeira vértebra (atlas) com a segunda (áxis) que permite os movimentos da cabeça.

Glândulas mamárias

Surgem a partir de uma modificação das glândulas sudoríparas e estão presentes em todos os mamíferos. Ocorrem nos dois sexos mas nos machos são rudimentares.

Nas fêmeas produzem o leite, substância rica em nutrientes com a qual os recém-nascidos são alimentados. Em quase todas as espécies, as glândulas mamárias estão reunidas formando órgãos característicos: as mamas.

Desses órgãos, a classe dos mamíferos tomou o seu nome, que se origina do latim: manta = mamas, efero = portar.

Pele

A pele dos mamíferos é dotada de pelos (que, na maioria dos casos, fornecem proteção contra as variações climáticas) e de dois tipos de glândulas: sebáceas e sudoríparas.

As primeiras produzem uma substância gordurosa que lubrifica os pelos protegendo-os. As glândulas sudoríparas segregam o suor, pelo qual são expelidas diversas substâncias tóxicas.

O resfriamento provocado pela evaporação do suor regulariza a quantidade de líquido no organismo e equilibra a temperatura corpórea.

Diafragma

Típico dos mamíferos, este músculo separa os órgãos torácicos (coração e pulmões) dos abdominais (estômago, intestino, fígado etc.). Sua capacidade de contração auxilia tanto na respiração como na circulação sanguínea.

Mandíbula

E formada por dois ossos, geralmente fundidos num só bloco. Os outros ossos que formam a mandíbula nos vertebrados inferiores estão reduzidos e modificados nos mamíferos, constituindo os ossículos do ouvido médio (martelo, bigorna e estribo).

Lábios

Exceto os monotremados, todos os mamíferos têm a boca delimitada no exterior pelos lábios, que auxiliam na introdução do alimento na boca.

Cérebro

Nos mamíferos, a parte do cérebro onde estão sediadas a memória e a inteligência é muito mais desenvolvida que em outros animais. Nas espécies mais evoluídas, como o homem, a superfície externa dos hemisférios cerebrais tem maior número de circunvoluções.

coala

Tipos de Mamíferos

Insetívoros

Mamíferos de pequeno porte, provavelmente muito semelhantes aos mamíferos primitivos antepassados de todos os eutérios.

Vivem nas regiões temperadas e tropicais da Ásia, Europa, África e Américas. Alimentam-se sobretudo de insetos, que trituram com seus dentes pontiagudos. A esta ordem pertence o menor de todos os mamíferos, o musaranho-pigmeu (Suncus etruscus), com 3,5 cm de comprimento e 2 g de peso.

Dennópteros

Existe apenas um único gênero vivo, o Cynocephalus, cujos representantes vivem na Asia. São conhecidos pelo nome de lêmures-voadores e têm hábitos noturnos. Podem planar graças às membranas que ligam as patas dianteiras às traseiras.

Quirópteros

Esta ordem inclui os morcegos. Têm visão deficiente mas seu pavilhão auditivo é bastante desenvolvido.

Os quirópteros orientam-se por ecolocação, que consiste na emissão, a curtos espaços de tempo, de sons muito agudos, que são devolvidos sob a forma de eco pelos objetos a sua volta.

Isso permite que o animal localize os obstáculos e avalie a distância que o separa deles.

Primatas

Nesta ordem encontra-se o homem, ao lado dos macacos e monos, na subordem dos Antropóides. Esta subordem abrange três superfamílias: Cebóides (macacos do Novo Mundo), Cercopitecóides (macacos do Velho Mundo) e
Hominóides (grandes antropóides ou pongídeos e o homem).

A outra subordem dos primatas inclui os prossímios, como os lêmures e társios, arborícolas.

Desdentados

Não possuem dentes ou têm dentes sem esmalte. Procuram alimento escavando o solo ou trepando nas árvores, graças às garras robustas. Vivem apenas na América Central e do Sul.

Folídotos

Têm o corpo protegido por escamas córneas. Os dentes inexistem; a língua é longa e retrátil. Vivem na Ásia e África.

Roedores

Constituem a mais vasta ordem da classe dos Mamíferos. Sua principal característica é o desenvolvimento dos dentes incisivos (dois em cada maxilar). Estão difundidos por todo o mundo.

Lagomorfos

Semelhantes aos roedores, diferem destes por ter • quatro incisivos no maxilar superior. Vivem em todo o mundo.

Cetáceos

Mamíferos aquáticos, de corpo fusiforme (em formato de fuso, isto é, mais espesso no meio que nas extremidades) e com membros adaptados à natação. Vivem nos mares de todo o mundo e em alguns rios das zonas tropicais.

Carnívoros

Incluem numerosas espécies de predadores, muito diversos entre si na forma e nas dimensões. Possuem geralmente unhas bem desenvolvidas e afiadas. Os dentes caninos são robustos e pronunciados. Difundem-se por todo o mundo.

Pinipédios

Considerados por alguns estudiosos uma subordem da ordem dos Carnívoros. São marinhos e os membros anteriores e posteriores transformaram-se em nadadeiras. Vivem sobretudo nos mares frios.

Tubulidentados

A única espécie viva, o orictéropo, tem língua comprida que se alonga para a frente. Vive na Africa.

Hiracóides

Assemelham-se a porquinhos-da-índia, mas seus parentes mais próximos são os animais de casco. Vivem na África e Oriente Próximo.

Proboscídeos

Têm tromba longa. Das numerosas espécies primitivas, hoje vivem duas: o elefante asiático e o africano, os maiores animais terrestres.

Sirênios

São mamíferos herbívoros de vida aquática. Não têm membros posteriores e os anteriores foram adaptados como nadadeiras. Vivem nos mares quentes e em alguns rios africanos e sul-americanos.

Artiodáctilos

Têm dedos funcionais (dois ou quatro). Herbívoros, em geral têm o estômago adaptado à ruminação. Compreendem animais domésticos (bois, cabras, ovelhas, porcos); as espécies selvagens estão difusas nas Américas e Velho Mundo.

Perissodáctilos

Têm geralmente número ímpar de dedos em cada pata. Compreendem os eqüídeos (cavalos, zebras etc.), rinocerontídeos (rinocerontes) e tapirídeos (antas). As espécies selvagens vivem no Velho Mundo e América centro-meridion.

Gostou do nosso artigo sobre o que são mamíferos? Compartilhe!

Imagem- estudopratico.com.br        biologianet.uol.com.br

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *