Animais Vertebrados – Aves, Peixes e Como se classificam

animais-vertebrados

Peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos são muito diferentes entre si, mas possuem uma característica comum: o esqueleto, que sustenta o corpo cujo eixo principal é a coluna vertebral Daí o nome do grande dos animais vertebrados.

A coluna vertebral

Dentre as inúmeras e importantes particularidades dos vertebrados, a coluna vertebral destaca-se como a mais típica característica.

Chamada também de espinha dorsal, trata-se de uma estrutura de sustentação que percorre o eixo dorsal (costas) do corpo.

E formada por um número variável (mas sempre elevado) de vértebras, peças ósseas que apresentam uma cavidade central; essa cavidade das vértebras abriga um longo cordão nervoso, a medula espinal.

As vértebras ligam-se umas às outras mediante articulações que são sempre flexíveis, embora o grau dessa flexibilidade varie conforme a espécie.

Esqueleto interno

A coluna vertebral é apenas uma parte do esqueleto dos vertebrados. Na verdade, o esqueleto como um todo  incluindo membros e crânio apresenta características muito interessantes, pois trata-se de uma engenhosa forma de sustentação interna do corpo.

Existem outros animais, além dos vertebrados, que apresentam estruturas de sustentação: os moluscos frequentemente dispõem de uma concha.

Os ouriços-domar e as estrelas-do-mar apresentam um esqueleto dérmico que é uma espécie de carapaça composta de várias peças articuladas; insetos, aranhas, crustáceos e centopeias também possuem uma couraça (exosqueleto) formada por peças articuladas.

Só os vertebrados, porém, são dotados de um esqueleto interno. A cabeça e os membros constituem elementos característicos to esqueleto interno.

Todos os vertebrados possuem um crânio, uma espécie de “caixa óssea” que encerra o cérebro; como todos os outros animais os invertebrados não têm essa estrutura, o subfilo dos Vertebrados é conhecido também pelo nome de Craniata.

A estrutura dos membros varia de acordo com o grupo animal, mas apresenta alguns elementos comuns a todos os vertebrados. A figura ao lado mostra a diferente disposição do esqueleto dos membros nos anfíbios, répteis e mamíferos.

Os ciclóstomos

As lampreias pertencem à classe dos Ciclóstomos. Embora se conheçam poucos fósseis desta classe, ela é considerada a mais primitiva dentre os vertebrados. Assemelham-se às enguias e sua boca circular, desprovida de mandíbulas, funciona como uma ventosa.

As aves

Entre os próprios répteis pré-históricos já existiam espécies voadoras, providas de asas. As aves propriamente ditas, no entanto, conseguiram vários progressos em relação aos répteis, o que lhes permitiu conquistar definitivamente o domínio dos ares.

Tinham a seu favor as penas (resultantes da evolução de escamas), os ossos leves (porque providos de sacos aéreos), que proporcionavam um vôo mais eficiente, e o sangue quente, que lhes possibilitava adaptar-se ás mais variadas regiões climáticas. Outra característica da evolução das aves foi a gradual transformação dos dentes em bico córneo.

ave-vertebrada

Peixes encouraçados

Os primeiros fósseis conhecidos de vertebrados remontam há cerca de 450 milhões de anos. São os ostracodermos, uma classe de animais semelhantes a peixes que viviam em água doce e possuíam o corpo protegido por uma espécie de robusta couraça óssea; a boca também era circular, como a dos ciclóstomos.

Mais recente, a classe dos Placodermos abrigava seres igualmente providos de uma couraça; tinham dimensões maiores e a boca provida de mandíbula.

Peixes cartilaginosos e ósseos

Após o desaparecimento dos ostracodermos e dos placodermos, o domínio das águas passou para os peixes, um grupo de vertebrados mais evoluído.

O esqueleto dos primeiros peixes era formado por cartilagens. Em seguida surgiram os peixes ósseos, que constituem até hoje o grupo de vertebrados mais rico em espécies.

Ainda existem os peixes cartilaginosos, e com espécies muito ‘bem-sucedidas” como os tubarões.

Os anfíbios

Após terem completado a conquista das águas, os vertebrados adaptaram-se terra firme. Os pioneiros dessa nova conquista foram os anfíbios descendentes de peixes, que, devido às pressões do meio, tiveram de se adaptar a uma vida mista (terra e água).

Os répteis

O efêmero domínio que os anfíbios exerceram sobre a terra firme foi interrompido pelo sucesso dos répteis, seus descendentes. Não há que pensar, porém, em lutas dramáticas entre esses grupos, mas em um simples processo evolutivo.

 

Os mamíferos

Descendentes dos répteis, como as aves, os mamíferos superaram seus antepassados no domínio da terra firme principalmente devido ao sangue quente e à reprodução vivípara (dentro do útero da mãe), que assegura proteção prolongada e mais eficiente aos filhotes.

Gostou do nosso artigo sobre animais invertebrados? Compartilhe!

Imagem- peritoanimal.com.br      estudopratico.com.br

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *